Como Criar um Site WordPress em 10 Passos Rápidos

Como Criar um Site WordPress em 10 Passos Rápidos

Publicado em 6 de fevereiro de 2017 por


Muitas pessoas me perguntam como criar um site WordPress. Desde web designers como pouca familiaridade com código, passando por donos de pequenos negócios, há muita gente que fica literalmente perdida quanto o assunto é como criar um site na internet. Hoje eu vou dar um motivo para você marcar esta página nos seus favoritos, esclarecendo esse assunto de uma só vez.

10 Passos para Criar um Site no WordPress

O WordPress é atualmente uma das maiores e melhores plataformas de criação de sites e blogs. Acredita-se que ele esteja por trás aí de 20% de todos os sites que rodam atualmente.

Tudo isso não é a toa. Essa plataforma, que inicialmente começou como um simples CMS no ano de 2003, hoje é praticamente capaz de criar qualquer tipo de web site e até sistemas mais complexos. Mas ter um site WordPress depende de um passo a passo com algumas ações a serem executadas. Você verá que são muitos passos, mas todos eles são bastante simples e possíveis de serem realizados por qualquer pessoa.

1 Planejamento, planejamento e planejamento

Antes de começar a pensar em criar um site WordPress (e isso vale para qualquer outra plataforma), você deve ter bem claro em mente como será esse site. Invista algum tempo para refletir sobre o tipo de website que você quer construir.

O seu site terá um blog na página inicial, ou será apenas um site institucional com uma página apenas, ou será um site de vendas (ecommerce)? Tudo isso terá grande peso na sua decisão. Por que eu digo isso? Porque uma das coisas que torna um site em WordPress muito versátil é o fato de ele trabalhar com temas. Eles dão basicamente uma “cara” para o seu site WordPress. Com um pouco mais de familiaridade, você verá que trocar a “cara” do seu web site será como trocar de roupa após tomar um banho. Basta um clique para mudar a aparência de todas as páginas de uma só vez.

Mas, com grandes poderes, há grandes responsabilidades. Então, pense direitinho qual tipo de web site você vai querer construir. Se você não faz a mínima ideia de onde começar, não tem afinidade nenhuma com design, contratar os serviços de um bom web designer pode ser essencial. Ele poderá te ajudar a identificar bons temas baseados no seu público alvo, ou mesmo criar um tema WordPress do zero para você.

2 Registre um domínio

Registrar um domínio para o seu web site ainda tem muito a ver com o tema do planejamento. Se o web site fosse o escritório da sua empresa, eu diria que escolher um bom domínio seria algo como escolher um bom endereço para construir esse escritório.

Descomplicando ainda mais, o domínio seria o endereço principal do seu website. Por exemplo, quitandadamaria.com.br. Então, tenha em mente que esse nome deve ser o mais adequado possível aos seus objetivos. Um nome ruim será como a sede de uma empresa numa má localização. Seus clientes e fornecedores não vão achá-lo facilmente por lá.

Até alguns anos, a regra era criar domínios com nomes baseados em palavras-chave, termos muito buscados no Google. Por exemplo: comoganhardinheiro.com.br. Hoje em dia esta já não é uma regra muito válida. Aliás, é algo que até passou a não ser recomendado pelo Google.

Mas, onde é que eu consigo esse domínio? Você deve registrar o seu nome de domínio em órgãos de registro oficiais ou empresas de hospedagem (falaremos destas últimas mais adiante). No Brasil, a autoridade máxima é o registro.br. No registro.br você poderá registrar desde um site que termine com a extensão “.com.br” até um site governamental que tenha a extensão “.gov.br”. A lista de extensões é bastante grande.

A partir de 2017 o registro de domínio passou a custar R$ 40,00 anuais. Mas, ainda é um preço bastante em conta. Você ainda pode garantir seu nome de domínio por períodos maiores a um ano. O primeiro passo é verificar se o domínio está disponível.

como criar um site wordpress - registro de dominio

No exemplo da imagem acima, descobrimos que o domínio quitandadamaria.com.br está disponível. Com isso, podemos criar a nossa conta no site, registrá-lo e pagar a taxa. Simples assim.

Para registros de domínios internacionais, como o “.com” ou o “.org”, a opção já não é o registro.br. Se seu planejamento inclui o registro de um site com alguma dessas extensões, você deve procurar a DirectNIC, poe exemplo.

Ainda, é possível registrar um domínio ao contratar um serviço de hospedagem de sites (sobre as quais falaremos mais adiante).  Muitas vezes, ao contratar hospedagem, algumas empresas nem cobram para registro se sites “.com”, o que já é uma economia. Fique atento!

Mas, aí você me pergunta: melhor criar um registro .com ou .com.br. Eu diria que hoje em dia isso já não tem muita relevância. Atualmente eu venho dando preferência pelos domínio .com em meus projetos. Na minha opinião, soam mais imponentes. Mas a escolha depende muito do seu planejamento e de como você quer que o seu projeto soe nos ouvidos dos seus visitantes.

A última informação que você precisará para completar o seu registro será o nome de dois servidores DNS. Você terá esses nomes só depois de contratar a hospedagem, o que vamos aprender no próximo passo.

3 Contrate um serviço de hospedagem

Para construir a sua empresa, você precisa do terreno, certo? Fazendo a analogia com o mundo virtual, para criar o seu site WordPress você precisa de espaço em disco em algum serviço de hospedagem. Só que ao invés de terra, você paga para usar o espaço em disco de um servidor. É ali que os arquivos que fazem o seu site WordPress funcionar ficarão guardados.

Ao contratar uma hospedagem, você também pode escolher se quer pagar a cada mês, trimestre, ano, etc. Esse valor também dependerá dos serviços que a empresa lhe oferece. Algumas cobram a mais por tráfego gerado por visitas, por quantidade de emails ou subdomínios que você poderá criar.

Fique atento para estes pontos:

  • Não vá pelos preços mais baratos, pois eles podem esconder serviços de muito má qualidade. Por isso, corra das hospedagens gratuitas.
  • Para suprir a maioria das suas necessidades, você precisará de basicamente de uma hospedagem que lhe ofereça serviços como banco de dados MySql, scripts PHP e email. Prefira hospedagem com servidores Linux e que ofereçam acesso ao painel de controle CPanel.
  • Dê preferência para empresas que já trabalham como foco em sites WordPress. Essas empresas poderão prestar um suporte melhor e terá seus servidores melhor configurados para rodar um site criado no WordPress.

Eu recomendo os serviços da Hostgator, uma das maiores empresas de hospedagem do mundo, presente também no Brasil. A razão é simples: eu uso já há algum tempo e não tenho nenhuma reclamação dela. Já usei várias outras, que não citarei os nomes aqui, que me deram muitos problemas de site caindo a toda hora, perda de dados, dificuldade de fazer alterações no site etc.

Nessas empresas também é possível registrar o seu domínio no momento de contratar a hospedagem, conforme mencionei acima. Claro que você terá que muitas vezes pagar uma taxa a mais para que a empresa faça isso por você. Por isso eu sempre costumo eu mesmo fazer isso, ou no registro.br ou no DirectNIC.

Depois de contratar o serviço de hospedagem, você receberá por email uma série de dados da empresa contratada. Fique atento para dois endereços chamados “servidores DNS”. Você precisará desses dois nomes para completar o cadastro do seu domínio, sim, lá do passo anterior.

Se você registrou o seu site WordPress no registro.br, acesse a sua conta, clique no domínio e após em “Alterar Servidores DNS”.

como criar um site wordpress - servidores DNS

Em seguida, coloque os nomes dos servidores DNS master e slave, algo parecido com a figura acima.

Neste momento, se você acessar o endereço do seu novo site, provavelmente não vai ver nada, ou verá algum erro. Isso porque existe um prazo chamado de “propagação DNS”, que é o tempo que demora para que a alteração que você acabou de fazer seja replicada a toda a internet. Em outras palavras, a rede precisa saber que seus arquivos deverão ser encontrados nos servidores que a sua empresa de hospedagem te passou. É ali nesses servidores que os arquivos do seu site WordPress serão encontrados.

4 Instalando o WordPress

Agora começam a vir as partes mais “divertidas”, pois você vai começar a ver algum resultado acontecer.

Passadas algumas horas (geralmente até 72 horas), você poderá acessar o painel de controle da sua empresa de hospedagem, no endereço que ela te passou por email, e instalar o seu WordPress.

A maneira mais fácil de instalar o WordPress, se você não manja muito de desenvolvimento web, é através dos instaladores automáticos. Se sua empresa lhe deu acesso ao CPanel, você poderá fazer isso em menos de um minuto. O CPanel é um sistema que permite você gerenciar quase tudo na sua hospedagem, de emails a banco de dados e arquivos.

como criar um site wordpress - quickinstall

Encontre o ícone do Quickinstall e clique nele. Saber como criar um site WordPress com esse software é jogo rápido, pois com comandos simples você instalará a última versão do WordPress de forma bem rápida e fácil.

Em seguida, clique em “WordPress” e no botão “Continue”.

como criar um site wordpress - quickinstall e wordpress

Em seguida, basta você preencher os dados solicitados como endereço do site, nome de usuário, endereço de email etc, e clicar em “Install Now”.

Dica importante: nunca use a palavra “admin” como nome de usuário. A maioria dos invasores sabe que os donos de sites WordPress usam nomes assim, facilitando ataques.

Prontinho! Ao entrar no endereço do seu site, você verá o WordPress instalado com o tema mais atual.

Caso você tenha mais experiência, pode tentar também instalar o WordPress manualmente. Uma das vantagens é que você pode ter mais controle sobre algumas questões de segurança, como escolher um prefixo mais seguro para o banco de dados do site WordPress. Veja aqui embaixo um tutorial para que você tenha uma ideia de como fazer isso:

Agora, WordPress instalado, começaremos a “brincar” um pouco! Para você ter acesso à área de administração do seu site WordPress, coloque o endereço dele seguido de “/wp-admin” (sem as aspas). Por exemplo, quitandadamaria.com/wp-admin. Em seguida, informe o usuário e senha que você criou quando instalou o WordPress. Pronto!

5 Escolhendo um tema WordPress

Se você fez o dever de casa, já deve ter em mente o modelo de site que deseja. A essa altura, você já deve ter escolhido um tema WordPress atraente, ou deve ter contratado alguém para fazer o tema para você. Se você ainda não fez isso, recomendo dar uma pesquisada em alguns temas de ótima qualidade. Lembre-se que o tema tem que se encaixar nas necessidades do seu projeto. Por exemplo, se você quer vender algum produto ou serviço, procure por um tema que consiga trabalhar com WooCommerce, que é uma das plataformas de ecommerce mais usadas no WordPress.

Aprenda Ainda Hoje a Criar sua Loja Virtual com WooCommerce

Veja aqui alguns dos melhores locais para você achar o seu tema:

  • Repositório de temas do WordPress. Aqui você pode achar temas gratuitos procurando por palavras-chave como “woocommerce”, por exemplo. São temas de alta qualidade que passam pelo crivo da equipe do próprio WordPress para estarem ali.
  • Elegant Themes. Criadores do tema Divi, a Elegant Themes oferece uma série de temas maravilhosos e o Divi Builder, um dos construtores de sites mais versáteis, que te permitem criar o próprio visual do seu site WordPress de forma rápida e fácil.
  • Theme Forest. Site da Envato, que oferece uma série de elementos de design. Os temas da ThemeForest são criados por desenvolvedores de todo o mundo, com estilos os mais diversos. São mais de 30 mil temas disponíveis a preços muito acessíveis.
  • StudioPress. Os criados do Genesis Framework, uma das plataformas de temas mais usadas no mundo pela versatilidade, ótima performance e possibilidades que oferece.

Se você contratou alguém para criar o seu tema, provavelmente essa pessoa fará a instalação do tema para você. De qualquer forma, instalar um tema não é uma tarefa difícil. Se você tem acesso ao CPanel da sua hospedagem, é uma questão de minutos. Você receberá as informações necessárias do desenvolvedor do tema, seja ele uma das empresas citadas acima ou um programador/web designer que você tenha contratado.

Dica importante: nunca deixe temas sem uso no seu site! Se você não for usar, exclua o tema, mesmo que sejam os temas nativos do WordPress! Temas desatualizados podem se tornar portas de entrada para invasores. Logo, se você não vai usar, exclua…

Receba dicas quentes para começar a criar seu primeiro tema WordPress!

6 Instalação de plugins e widgets

Os plugins e os widgets são grandes aliados quando o tema é como criar um site WordPress. Eles fazem com que um site WordPress ganhe novas funcionalidades. Eles podem fazer com que um simples site se transforme em um site de vendas, ou uma verdadeira escola online, ou mesmo um blog potente para divulgação de seus artigos.

A diferença entre plugins e widgets é que os primeiros são feitos para mudar ou expandir as funcionalidades do WordPress, como por exemplo, transformar um simples site numa loja virtual. Já os widgets são pequenas áreas do site WordPress onde você pode colocar o formulário de newsletter, ou uma informação de contato, ou um campo de busca.

A escolha dos plugins ou dos widgets vai depender muito do que você planejou para o seu site. Você pode encontrá-los em diversos locais na internet. Seguem alguns:

  • Repositório de plugins do WordPress. Este é o primeiro lugar que você irá toda vez que precisar de alguma funcionalidade diferente para o seu site. São milhares de plugins, em sua maioria gratuitos, criados pela vasta comunidade de desenvolvedores WordPress.
  • Code Canyon. Site da Envato onde é possível encontrar mais de 20 mil plugins diferentes para seu WordPress. Apesar de serem pagos, eles valem muito a pena. Você encontrará ali, por exemplo, o Slider Revolution, um dos mais completos plugins para slideshows do mercado.

Para instalar um plugin ou widget é bastante tranquilo. Vá até o menu Plugins, escolha a opção “Adicionar Novo”. O WordPress oferece basicamente duas formas de instalação. A primeira, e a mais fácil, é você procurar o plugin pelo nome ou usando palavras-chave. Encontrando o que deseja, clique em “Instalar Agora” e depois em “Ativar”.

como criar um site wordpress - instalar plugins pesquisa

A segunda forma é fazendo o upload do arquivo compactado do plugin. Esta é a opção que você utilizará caso compre um plugin em sites de terceiros ou resolva baixar um plugin direto do repositório do WordPress.

como criar um site wordpress - instalar plugins upload

Usuários mais experimentados poderão também subir o arquivo compactado do plugin direto para a pasta /plugins da instalação do WordPress e, sem seguida, ativar o plugin.

De qualquer forma, existem alguns plugins que eu considero essenciais. Toda instalação do WordPress deveria ter ao menos os seguintes:

  • Yoast SEO. Este é um plugin que te ajuda a otimizar o seu site para mecanismos de busca, técnica conhecida como SEO. Sem isso, colocar o seu site nos resultados das pesquisas de sites como o Google fica bem mais difícil. O plugin cria alguns campos de configuração na tela de criação de posts e te dá dicas de melhoria em palavras-chave e conteúdo.
  • Wordfence. A versão grátis deste plugin já ajuda e muito na segurança do seu site. Ele envia emails de alerta e é capaz de bloquear a maioria das tentativas de invasão que o seu site pode sofrer. Não negligencie este item! Um site WordPress sempre será alvo dessas tentativas, uma vez que o WordPress é um dos CMS mais usados no mundo.
  • W3 Total Cache. Deixar o seu site mais rápido é muito importante para melhorar a experiência do visitante. Um site lento perde a atenção do visitante e, se for ecommerce, pode perder vendas por isso.
  • Imagify/WP Smushit. Estes são dois plugins que fazem a mesma tarefa: diminuir o peso das suas imagens. Um site com imagens muito pesadas também pode se tornar muito lento. Escolha um dos dois e seja feliz, pois fazem um ótimo trabalho na redução do tamanho das suas imagens.
  • Akismet. Este é um plugin nativo do WordPress que ajuda a conter comentários de spam em seu blog.
  • WooCommerce. Se você tem um site de vendas, aprenda a configurar este plugin, que é simplesmente a mais completa solução ecommerce para WordPress. E gratuita…

Dica importante: nunca deixe plugins desabilitados no seu site! Se você não for usar, exclua o plugin! Não há nada pior para a segurança de um site do que plugins desabilitados e desatualizados.

Quer Aprender Como Criar um Site WordPress Sem Saber Programação? É Possível! Saiba Como Agora

7 Conteúdo

Daí você me pergunta… Beleza, eu tenho um site, instalei os plugins necessários e tal, mas preciso de conteúdo para o meu site. Como eu crio conteúdo?

Se você não tem dificuldades para escrever, precisa apenas de ficar por dentro de uma distinção básica que existe em sites WordPress: posts e páginas. O WordPress diferencia uma coisa da outra. Basicamente posts são conteúdos que deixam seu site WordPress mais dinâmico, podendo ser escritos sempre que houver necessidade. São comparados a notícias em um jornal, que sempre trazem conteúdo diferente, fresco e atual para o site.

Já as páginas são conteúdos mais estáticos, ou seja, mudam muito pouco ou quase nunca. Exemplos de páginas são a página de “Contato” ou a página “Sobre”. Essas páginas são criadas uma vez e não precisam ser alteradas de tempos em tempos.

Quanto ao conteúdo em si, procure sempre criar conteúdo envolvente, que traga soluções para as pessoas que estão visitando o seu site, não apenas querendo vender o seu produto para elas. Uma boa estratégia é criar um blog com conteúdo relevante dentro de seu site. Este conteúdo deve atrair o visitante e, por sua vez, fortalecer as páginas principais do seu site através de links para essas páginas.

Se você tem uma noção de inglês, pode aprender um pouco sobre copywriting, que é a ciência de como escrever textos atraentes, em especial para sites de venda. Eu recomendo o site Copyblogger e o Hubspot. Este último tem cursos gratuitos que fornecem certificados inclusive.

Com a ajuda do plugin Yoast SEO, crie textos baseados em palavras-chaves que você sabe que seus visitantes estarão procurando no Google e otimize cada texto e imagem de seu site para este fim. Não se esqueça da qualidade, pois nada adianta um texto cheio de palavras-chave que não captam a atenção do visitante.

Algumas ferramentas podem lhe auxiliar a procurar por boas palavras-chave, como o SEM Rush, o KeywordTool.io, ou o próprio planejador de palavras-chave do Google, apesar das suas restrições.

8 Crie um menu

O WordPress permite a criação rápida de menus. Eles podem ser baseados em posts ou páginas existentes. Também podem ser criados para apresentar alguma página personalizada de algum plugin que você tem instalado, uma uma página externa.

Indo no menu Aparência, opção “Menus”, você terá acesso à configuração dos menus que você possui no seu tema. Você pode criar novas estruturas de menus se houver espaço disponível no seu tema. Pode organizá-los em submenus também, aninhando um item dentro de outro.

como criar um site wordpress - menus

9 Ajuste sua instalação do WordPress

Para que seu site se torne mais visível nas buscas, você deve se preocupar em fazer alguns pequenos ajustes. Vá no menu Configurações e clique na opção “Gerais”. Provavelmente a descrição do seu site estará como veio na instalação. Mude para algo mais significativo.

Agora vá em “Leitura” e confira se a caixa que diz “Evitar que mecanismos de busca indexem este site” está desmarcada. Você não vai querer que seu site fique escondido do Google, vai?

Pronto? Agora, vá em “Links permanentes” e verifique se a lista está marcada com uma das duas últimas opções (Nome do post ou Estrutura personalizada). Se estiver em estrutura personalizada, digite na caixa disponível, sem as aspas, “/%category%/%postname%/”. Eu geralmente uso uma das duas para que o endereço das minhas páginas e posts fique melhor formatado.

10 Diga ao mundo que você existe

Site criado, chega não é? A resposta é não. Um dos segredos de como criar um site WordPress é deixá-lo visível. Chegou a hora de adicionar o seu site ao índice dos principais mecanismos de busca e divulgá-lo.

Vamos nos preocupar aqui com o Google, pois ele é de longe o mais lembrado de todos os buscadores. O índice do Google é um enorme banco de dados onde ficam armazenadas as informações essenciais de boa parte dos sites existentes no mundo. Quando você faz uma busca no Google, ele não faz uma varredura em tempo real na internet buscando pelos sites. Isso seria impossível, ou levaria muito tempo. Para isso existe um índice que é atualizado de tempos em tempos.

Para que seu site seja adicionado a esse índice e possa ser encontrado numa busca, você deve adicioná-lo visitando a página http://www.google.com.br/add_url.html. O Google adicionará a sua página inicial e buscará pelos links ligados a essa página. Se você fez um trabalho legal, as páginas internas também estarão apontando para outras páginas do site ou para a página inicial, dando força para ela.

Mas o seu site não é uma ilha. Você pode fazer com que outros sites apontem para o seu, dando ainda mais peso e relevância para ele. Existem sites que passam mais relevância do que outros. Por exemplo, ter um link da Wikipedia que aponta para um conteúdo relevante da sua página é mais importante do que ter o Blog da Alzira fazendo o mesmo. Criar bons conteúdos ou ter uma página que ofereça produtos ou serviços interessantes é como criar iscas para que outros sites de relevância apontem para o seu.

Outras estratégias que podem ajudar na divulgação incluem possuir uma página em uma rede social, um blog associado à sua página em sistemas como Blogger ou Tumblr, escrever conteúdo para sites parecidos com o seu com links que apontem de forma natural para o seu (os chamados guest posts).

Concluindo

Uau! Chegamos ao fim deste artigo. Você viu como criar um site WordPress pode dar algum trabalho. Se você encarou o desafio de fazê-lo por conta própria, vá em frente, pois tudo o que construímos com nosso próprio esforço nos dá um orgulho imenso. Mas, se apesar das dicas, você acha que pode perder muito tempo, saiba que isso também é compreensível. Existem diversos profissionais na internet que podem fazer o trabalho duro para você de maneira muito profissional. Enquanto isso, você ocupa seu tempo fazendo o que sabe fazer de melhor: cuidar do seu próprio negócio, literalmente.

Mas e aí, tem alguma dica para nos dar e que esquecemos de mencionar aqui? Fique à vontade e participe enviando o seu comentário para gente!

Aprenda a criar temas WordPress!
Cadastre-se abaixo e ganhe 10% de desconto no Curso Código WP!
Chame seus amigos e ganhe até 60% de desconto!




Nós valorizamos sua privacidade e também não gostamos de Spam.
Marcelo Vieira é analista de sistemas com quase uma década de experiência em design web. Atualmente vem se dedicando a descobrir o mundo do SEO e do marketing digital. Possui um curso sobre criação de temas na Udemy.
Alem disso é apaixonado por viola caipira e... música grega!

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz